Língua estrangeira: dicas para conseguir emprego em outros países

Saber uma língua estrangeira é fundamental, não somente para se destacar entre os concorrentes nas entrevistas de emprego, mas também conseguir uma vaga em outro país. Além disso, existem oportunidades de trabalhar fora do Brasil sem sair de casa. 

Atualmente, o trabalho remoto se tornou muito forte, e se mostra mais uma das alternativas para quem deseja trabalhar fora do Brasil. 

Independentemente do caso, vale a pena se especializar em uma segunda língua, como o curso de francês ou inglês, para aumentar suas chances. 

Por que se especializar em uma língua estrangeira? 

Atualmente, se especializar em uma língua estrangeira é essencial, principalmente para se destacar no mercado de trabalho. O sonho de seguir em uma carreira internacional é mais provável do que você imagina! 

Por conta da globalização, cada dia mais empresas estrangeiras estão abrindo espaço para profissionais estrangeiros. Além disso, o governo de diversos países, como o Canadá, implementou programas para atrair esse tipo de mão de obra. 

Porém, por se tratar de um mercado extremamente disputado, é necessário se especializar em uma língua estrangeira. Isso sem contar com as diversas qualificações e experiências necessárias para se destacar. 

Além disso, especialistas recomendam que você assegure uma vaga antes de deixar o país, com tempo de sobra para tirar toda a documentação e viajar sem grandes problemas. Isso porque, dependendo do caso, é necessário ter acesso a imigração legal. 

Como é trabalhar fora do Brasil? 

Grande parte dos profissionais que estão no mercado de trabalho, sonham em mudar de profissão. Afinal, a busca pela segurança financeira e qualidade de vida, é algo almejado pela maioria. E esses dois aspectos são garantidos em carreiras no exterior. 

Porém, se você tem o sonho de trabalhar fora do Brasil, o primeiro passo é se especializar na língua estrangeira. Além disso, é recomendado que você já tenha um emprego no país de destino, antes de deixar o país. 

Os profissionais que já trabalharam fora do país garantem uma melhoria no currículo. Além disso, durante a sua estadia e aprendizado, é possível desenvolver o lado cultural e adquirir novas habilidades. 

Quais são as diferenças culturais de trabalhar no exterior e no Brasil? 

Primeiramente, as diferenças culturais são grandes, e pode levar algum tempo para se adaptar em novos países. Por esse motivo, é importante que você esteja aberto a novos aprendizados, sem nenhum tipo de preconceito. 

Afinal, além de desenvolver a língua estrangeira, os estrangeiros também devem aprender uma nova forma de trabalhar, se acostumar com os novos hábitos e todos os aspectos que diferenciam uma cultura da outra. 

Quando você estiver trabalhando no exterior, será necessário aprender novos horários de trabalho, assim como diferentes maneiras de colocar suas atividades em prática. Afinal, os ambientes costumam ser mais formais, dependendo da região de destino. 

Vale ressaltar que todas as empresas possuem a sua própria maneira de funcionar. Então, mesmo que sejam do mesmo segmento, será necessário desenvolver novas habilidades para o seu trabalho. 

Como trabalhar no exterior? 

Antes de mais nada, para trabalhar no exterior, é necessário conhecer a língua estrangeira do país de destino. Mas também é preciso conhecer quais são as regras referentes à documentação, já que cada país possui a sua. 

As informações referentes a documentação, normalmente, podem ser encontradas no site do governo do país. Porém, os mais comuns são: visto para trabalho, validação dos certificados e diplomas. 

Portanto, além de conhecer a língua estrangeira, é necessário preencher mais alguns requisitos para conseguir trabalhar fora do país, são eles:

  • Visto de Trabalho: Uma das primeiras coisas que você deve ter para trabalhar fora do Brasil, fora o conhecimento na língua estrangeira, é o visto de trabalho. Afinal, somente dessa maneira será possível trabalhar legalmente. 
  • Teste de Proficiência: É comum que alguns países solicitem o teste de proficiência aos profissionais. Durante esse teste, haverá uma avaliação para descobrir o nível de comunicação, escrita, leitura e audição. 
  • Contrato para Trabalho: Para conseguir tirar o visto de trabalho, o contrato é um dos principais comprovantes. Dessa maneira, você comprova que irá trabalhar e morar legalmente no país estrangeiro. 
  • Diploma e Certificado: No processo de contratação, é comum que as empresas solicitem diplomas e certificados aos profissionais. Esse procedimento é necessário para comprovar que a formação é válida no país de destino. 

É possível trabalhar fora do Brasil? 

A resposta para essa pergunta é sim. É possível trabalhar fora do Brasil legalmente. Porém, existem vários aspectos que devem ser preenchidos para conseguir validar a sua moradia e trabalho em países estrangeiros. 

Além disso, embora algumas pessoas achem fácil trabalhar fora, essa questão pode variar de pessoa para pessoa. Isso porque, depende muito da flexibilidade do próprio profissional, além de estar disposto a aceitar determinadas propostas de trabalho. 

Porém, quando você já sai do Brasil com um contrato, o trabalho costuma ser mais fácil. Mas se você sair do país sem nenhuma proposta, pode ser complicado encontrar um emprego.

 

Veja também: Saiba Agora como Ganhar Dinheiro Trabalhando Em Casa

You May Also Like